São Paulo vence desafio Open Boxe contra Rio de Janeiro.


Neste último final de semana, nos dias 7 e 8 de julho, a Seleção Paulista da FEBESP – Federação de Boxe do Estado de São Paulo participou do desafio Open Boxe Rio de Janeiro x São Paulo, idealizado pelo Presidente Cesario Figueiredo em conjunto com a competente equipe administrativa da FEBERJ. Para esse confronto, foram convocados sete atletas cadetes, um juvenil e três da categoria Elite. Ivan de Oliveira, Michel Carvalho e Jefferson Acácio foram os técnicos a frente da equipe paulista nesse desafio.

No primeiro dia de combates, competiram os seguintes atletas: Na categoria dos cadetes, Ruan do Vale 48 kilos, Luiz Oliveira 52 kilos, Laion Durães 52 kilos, Gabriel Joas 57 kilos e Eduardo Martins 66 kilos venceram seus combates. Já Gustavo Rua 57 kilos e Fabrízio Tancredi 60 kilos fizeram bons combates, mas foram superados por seus valorosos adversários.

No Juvenil, Wesley Ferreira 60 kilos fez um intenso combate, mas acabou sendo superado e perdeu por decisão unânime dos juízes. Já na categoria Elite, Jonatan Soares, Leonardo Lira 69 kilos e Kaique Barros também se apresentaram bem, mas foram superados por seus adversários.

No segundo dia de competição aconteceram sete confrontos eletrizantes. Os cariocas ostentavam a vantagem de uma vitória a mais conquistada na jornada anterior e o placar estava 5×6.

Na classe Infantil até 40kg Leonardo Weiss (SP) venceu Vinicius Bargo (RJ) pelo placar de 2×1. Cadete 48kg Ruan do Vale (SP) venceu Willian Campos (RJ) pelo placar de 2×1. 52kg Laion Durães (SP) venceu Joao Bandeira (RJ) pelo placar de 3×0. 52kg Luiz G. Oliveira (SP) venceu Gustavo Reis (RJ) pelo placar de 2×1. 57kg Gustavo Rua (SP) venceu Gleisson Silva (RJ) por Desclassificação no 3º round. 57kg Gabriel Joás (SP) venceu Hilário Rangel (RJ) pelo placar de 3×0. 60kg Fabrizio Tancredi (SP) perdeu Joel Abreu (RJ) pelo placar de 0x3 e 66kg Eduardo Martins (SP) perdeu Douglas Clementino (RJ) pelo placar de 0x3.

Após dois dias de intensos de competições, foram realizados ao todo 19 combates e com o placar final favorável a São Paulo com 11 vitórias e Rio de Janeiro com 8 vitórias.

Segundo o técnico Ivan de Oliveira, o “Pitu”, esses tipo de integração entre Estados é importante para o futuro da modalidade, já que hoje em dia, os principais atletas que compõem o quadro da seleção Brasileira são do Rio de Janeiro e São Paulo e isso fortalece ainda mais esse trabalho.

A Professora Cidinha de Oliveira, Presidente da FEBESP, agradece a parceria com a FEBERJ para a realização dessa competição e todo apoio dado à equipe paulista.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *